Sigam-me!

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Os 6 Pilares da Programação Neurolinguística

A Programação Neurolinguística, também conhecida PNL, é uma poderosa ferramenta e pode contribuir muito com o crescimento pessoal e profissional de cada indivíduo e também de profissionais de diversas áreas de atuação, assim auxiliando à organizarem melhor seus pensamentos, transformando-os em ações positivas direcionas a conquista de seus objetivos.

Abaixo seguem os 6 Pilares da PNL para que você fique por dentro:

1 - Você (seu estado emocional ou nível de habilidade) - você é o único responsável pelo seu sucesso.

2 - Pressuposições (os princípios da PNL) - são as crenças e ideias consideradas certas, onde todas as ações serão executadas. As pressuposições são os princípios centrais da Programação Neurolinguística, pois, orienta sua filosofia, suas crenças e valores. Nós pressupomos que sejam verdadeiras e agimos como se fosse a mais pura verdade.

3 - Rapport (harmonia, a qualidade do relacionamento) - a qualidade que resulta em confiança e responsabilidade. O Rapport (confiança) é dividido por fases ou degraus.
Durante qualquer relacionamento tanto profissional como pessoal vamos testando a força da outra pessoa e aos poucos, dando mais e mais para ver até onde se chega e o que acontece, mas é preciso cautela e paciência. Um exemplo:

- Se uma pessoa é forte e tem um patamar demasiadamente baixo, você poderá confiar com mais facilidade e poderá se decepcionar.

- Se o patamar for demasiadamente alto e você exige demais da outra pessoa, poderá se decepcionar, pois, ela requererá de mais tempo construir confiaça.

Rapport é um investimento e Confiança é um risco.

4 - Resultado (saber o que quer) - resultado é aquilo que se quer e Tarefa é o que terá que ser feito para consegui-lo. Resultado é aquilo que você deseja e a melhor forma de se solucionar um problema é definir um resultado. Para a PNL, resultado é diferente de metas, objetivos e alvos, pois, eles são reais e pré-supostos, com data, hora e momento certo para apresentação.

Os 3 elementos básicos do Resultado são:

- Conhecer sua situação atual (onde você está agora)

- Conhecer sua situação desejada (onde você quer estar)

- Planejar sua estratégia (como chegar de um ponto até outro e fazer uma ponte para o futuro, utilizando os recursos que dispõe e criando novos recursos) 

5 - Feedback (como saber o que está conseguindo, o que quer?) - uma vez sabendo o que deseja, sempre prestar atenção no que está conseguindo para que determine os próximos passos:

- Seu Feedback é preciso e exato? Qual o seu foco hoje? Sua atenção está sendo bem direcionada? Você está atento? Você presta atenção nos seus próprios sentidos? (eles são a única maneira para que você obtenha um Feedback direto). Feedback na PNL significa mais do que "retorno", mas também, estabelecer padrões de críticas e elogios, saber avaliar seus próprios resultados e manter um dialogo aberto e assertivo com você e os outros dentro de um meio.

6 - Flexibilidade (se o que estiver fazendo não estiver funcionando, faça algo diferente) - crie opções de:

- Estado emocional

- Estilo de comunicação

- Perspectivas

A Programação Neurolinguística encoraja a escolha de um comportamento de Rapport (harmonia, confiança, responsabilidade) e consciência.

Para finalizarmos, vale lembra que um dos principais pilares da Programação Neurolinguística é o que apresenta as Pressuposições, pois, têm extrema importância, que definem um meio de trabalho único durante o desenvolvimento de todos os níveis da PNL. As Pressuposições, se bem aplicadas, modificam completamente a visão, a percepção e a forma de se comunicar do indivíduo.

              Curtam também nossa FANPAGE - Gerir & Viver - https://www.facebook.com/GerirViver

domingo, 21 de abril de 2013

Vá em busca dos seus Objetivos


Hoje em dia podemos ver muitos profissionais descontentes em seu ambiente de trabalho, sempre estão reclamando das situações diárias, das coisas que poderiam mudar se tal pessoa tomasse alguma atitude ou mudasse alguma rotina. 

Mas saiba que o que você pensa e imagina somente você sabe, os outros não tem ciência disso, por isso apresente suas ideias, os seus pontos de vista, pois com certeza através disto as mudanças podem ocorrer.

Lembre-se: se quer ter destaque e ser visto em seu ambiente de trabalho, não fique preso somente em seu mundinho, solte-se e realize da melhor forma todas as suas atividades... Não fique preso nas situações do dia-a-dia!


Curtam também nossa FANPAGE - Gerir & Viver - https://www.facebook.com/GerirViver

quarta-feira, 13 de março de 2013

Seja o melhor!

Para ser uma peça fundamental onde quer que esteja, seja o diferencial!

Muitas vezes paramos e pensamos o porque que ninguém nos nota em nosso ambiente de trabalho, esses pensamentos acabam que inconscientemente trazendo certa desmotivação sobre determinadas situações que vivenciamos em nosso dia-a-dia. Assim virando uma bola de neve de descontentamento e insatisfação.

Com isso, na maioria das vezes nos perguntamos, o que fazer para trazer a motivação novamente e o que faço para que me notem no trabalho?

Vamos lá, vale lembrar que motivação está dentro de cada um, depende apenas de você estar motivado ou não. Através de suas atitudes busque ser o diferencial, demonstre suas ideias, não espere o momento certo para aparecer, pois nunca sabemos qual será realmente o momento certo. 

Não tenha medo das possíveis críticas que possam ser destinadas a sua tão brilhante ideia, lembre-se que as críticas não querem dizer que isso ou aquilo não está bom, mas sim que pode ser melhorado, não desanime, vá e busque ainda mais o seu melhor, saiba que as críticas serão a sua arma na hora de retornar com um Feedback perfeito.

Enfim, para ser notado em seu ambiente de trabalho, siga os passos acima e não se esqueça do fundamental, sempre supere-se a si próprio, queira sempre fazer mais e busque ser o melhor em tudo que realizar.

Confira também nossa Fan Page - Gerir & Viver - https://www.facebook.com/gerirviver

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Como manter uma postura de destaque no trabalho

Vocês já conhecem as técnicas para se ter uma postura de destaque no trabalho?

Abaixo seguem cinco maneiras para sanar as suas dúvidas:

1 - Presença: no momento que estiver em uma reunião ou em alguma conversa, dedique-se totalmente à situação. "Não existe nada tão desestimulante do que se relacionar com alguém que está com a cabeça em outro lugar", diz Nani Di Lima. Manter o olhar nos olhos das pessoas e prestar atenção no que elas dizem são atitudes que ajudam e muito.

2 - Empatia: é a habilidade em reconhecer e ter reconhecimento através das pessoas que trabalham juntamente com você. Conseguir se colocar no lugar do outro e entender diversos pontos de vista é um dos primeiros passos para se ter empatia com a equipe.

3 - Gestos: preste sempre atenção em seus gestos. Manter-se inquieto, apertando as mãos, mexendo nas unhas, por exemplo, demonstram impaciência e nervosismo. Para se postar melhor diante de qualquer situação, não carregue muitas coisas, isso pode comprometer sua postura.

4 - Expressividade: demonstrar com espontaneidade o que pensa e expressar suas ideias de forma clara e objetiva. Seja direto e assertivo ao expor seu ponto de vista.

5 - Voz: a forma que você fala e se expressa é o reflexo do sente. Por exemplo, em situações de nervosismo é inevitável que sua voz saia trêmula ou em um tom alto. O ideal é manter a voz firme, falar com clareza e manter uma ótima dicção. Evite as palavras que demonstram insegurança de pensamentos e assim também insegurança na hora de transparece-las à determinado público.


Confira também nossa Fan Page - Gerir & Viver - https://www.facebook.com/gerirviver

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Como se portar em seu Ambiente de Trabalho

Caros leitores, neste breve artigo deixaremos claro a importância de como se portar em seu ambiente de trabalho, como agir em determinadas situações e quando será a hora correta de expor suas opiniões e suas ideias.

Nos dias atuais, no âmbito Organizacional nos deparamos com diversas situações, sendo elas, favoráveis ou desfavoráveis. Para que consigamos atingir destaque no grupo, primeiramente devemos estar cientes  que nem tudo estará ao nosso favor, nos depararemos com elas diariamente. 

Para você que busca ser um Gestor, ou então, quer aperfeiçoar sua Gestão, aprenda que situações não podem interferir em seu dia-a-dia profissional, esteja preparado para vencer as barreiras e crescer nas oportunidades.

Agora lembrem-se de quantas e quantas vezes aquela ideia ficou em sua cabeça, como se fosse uma lâmpada piscando e o seu subconsciente dizendo pra chegar em seu superior, assim expondo e transparecendo os seus pensamentos. Já conseguiu lembrar das várias vezes que isto aconteceu? Pois bem, não deixe que sua insegurança e até certo ponto o medo do fracasso interfiram em suas atitudes, esteja preparado para jogar as cartaz na mesa, exponha suas ideias.

Saiba que atualmente Gestores buscam um colaborador atuante não só em suas atividades rotineiras, mas sim estão abertos a novas ideias, querem receber informações vindas de olhares que diferem-se de sua própria visão, assim unindo o necessário e colocando em prática para que todos, em equipe, levem a Organização ao ápice do mercado. 

Confira também nossa Fan Page - Gerir & Viver - https://www.facebook.com/gerirviver

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

O seu Alvo é o seu Desejo!

Vá em busca dos seus objetivos... atinja o seu Alvo




   
   O seu alvo é o seu desejo!

Muitas vezes achamos que apenas com nossa competência estaremos satisfazendo tudo e todos.

Mas na verdade a competência é apenas uma forma de nos motivar para sempre alcançar um nível mais alto.

"... ser competente é acertar alvo que ninguém acertou ... ser administrador é acertar um alvo que ninguém nunca viu". Erlandson Andrade.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Autoconfiança atrai Confiança.


Por definição, autoconfiança é a capacidade de a pessoa acreditar em seu potencial. Sem dúvida, uma qualidade importante para a construção de carreiras consistentes e admiradas. Pessoas sem autoconfiança com frequência não realizam simplesmente porque nem sequer tentam. Têm medo de não conseguir.

Pela relevância, a questão que se impõe é: afinal, como se consegue a tal autoconfiança? Que escola me ensina essa disciplina? Não há uma resposta simples para essa questão. Com exasperadora frequência tratada como assunto da autoajuda, a capacidade de confiar em si mesmo precisa muito mais do que repetir "você é o cara" dez vezes diante do espelho antes do café da manhã. A autoconfiança precisa ter raízes.

Para começo de conversa, a autoconfiança é fruto da experiência, e esta tem sucessos e fracassos, geralmente em proporções equivalentes. O número de erros cometidos é proporcional ao de tentativas, que são as mesmas que conduzem aos acertos. Em outras palavras, só não erra quem não tenta, o que nos leva à conclusão que não podemos atribuir autoconfiança apenas aos sucessos alcançados. Ela também é fruto dos inevitáveis insucessos.

Se Thomas Edison disse mesmo "Acabei de inventar mais um jeito de não fazer a lâmpada", ou se tal frase não passa de lenda, nunca saberemos. Mas pouco importa, pois tal atitude mental transformou-se no símbolo de quem não desiste porque acredita na ideia e porque confia em sua capacidade. Na vida como ela é, muitas vezes é difícil separar uma ideia boa de um delírio, mas não há muita dificuldade em perceber se a autoconfiança que a pessoa está brandindo como uma arma tem base na realidade ou na ficção.

Pessoas autoconfiantes são serenas e conquistam a confiança dos demais, o que é um atributo imprescindível para a boa liderança. E, acima de tudo, jamais, em hipótese alguma, demonstram a mais leve sombra de arrogância, prepotência ou superioridade. Essas são marcas das pessoas exatamente opostas, que, por insegurança, procuram se impor pela força.

Apesar de ser classificado como um sentimento, a autoconfiança é construída com os insumos da lógica. Para ser portador de autoconfiança saudável, é necessário saber o que se está fazendo, ter feito anteriormente e possuir uma capacidade de resistir ao fracasso e começar de novo. Preparo, conhecimento, experiência e resiliência. Esses são os ingredientes. Sem eles a autoconfiança não passa de autoengano.
 
Créditos: Revista Você S/A - 01/09/2012
 
Curta também nossa Fan Page - https://www.facebook.com/GerirViver